Como Cuidar de Cães

quarta-feira, 4 de junho de 2008


Cuidando de seu cão com carinho, terá em troca um amigo fiel, inteligente e alegre. Para isso, alguns cuidados devem ser tomados.


Vacinação

Todos os cães necessitam receber a vacinação para evitar-se a hepatite, cinomose, parvovirose, leptospirose, parainfluenza, coronavirose, e a mais conhecida de todas as doenças: a raiva. Contudo, o filhote não as deve receber todas de uma vez, é preciso esperar o tempo necessário, mas jamais se descuidar delas.

Seu filhote somente poderá ser vacinado contra a raiva a partir dos 4 meses de idade, e deverá ser revacinado anualmente com todas as vacinas. Aprenda a levar o seu amiguinho ao veterinário regularmente.

Cuidados especiais

SARNA - A grande maioria das sarnas tem cura, mas o quanto antes se inicia o tratamento, mais rápido e fácil será a cura. Ao primeiro sinal da doença, procure o veterinário ou voluntário responsável que poderá orientá-lo.

PULGAS E CARRAPATOS - As pulgas vivem em tapetes, cadeiras estofadas e nos tecidos onde o cão dorme. Tanto as pulgas como os carrapatos podem transmitir doenças capazes de matar o seu animalzinho. Um produto eficaz é o Frontline (spray ou spot), mas existem outros produtos próprios para combater esses parasitas, porém consulte sempre o seu veterinário para orientá-lo melhor.

CÁLCIO - Todo filhote necessita de cálcio para poder crescer forte e saudável, por isso é importante que ele receba durante o seu primeiro ano de vida. Sugerimos adquiri-lo em farmácias ou casas de produtos veterinários. Tendo qualquer dúvida, fale com o veterinário responsável para receber a orientação necessária.

Banho

Os cachorros são animais que não suam e por isso não costumam ficar mal cheirosos. Daí necessitarem de poucos banhos, uma vez por mês. O banho deve ser dado com água morna e produtos neutros próprios para animais. Tomar cuidado para não entrar água e sabão nos olhos e orelhas. No inverno evite banhos. Procure escovar o seu cachorro, pois assim você estará eliminando os pêlos mortos, escamações de pele morta e outras impurezas.

ARTIGO: Hora do Banho (Fonte: www.familiapet.com.br)

A grana está curta? Não dá para bancar semanalmente o banho no pet shop? Não deixe seu amiguinho sujo e nem faça uma sessão de tortura caseira.

Nos dias de hoje, não é sempre que se pode levar o seu lulu no pet shop para tomar um belo banho. Às vezes, o jeito é encarar um chuveiro em casa mesmo.

Então, se você vai se aventurar a embelezar seu amiguinho, preste atenção em alguns cuidados que evitarão que seu cão odeie o banheiro da sua casa:

- Dê banho pela manhã.

- Use água limpa e sabão ou shampu neutro.

- Nunca use sabão de coco. Ele é alcalino e agressivo à pele do animal.

- Não esqueça de proteger os ouvidos com bolas de algodão. Os ouvidos dos cães são muito sensíveis.

- Use água morna. Se a água estiver quente demais, o animal pode ter estresse calórico, caracterizado por hemorragia pulmonar.

- Não use banheira.

- Use secador de cabelo em uma distância de 30 cm dos pelos. Cuidado com o barulho no ouvido.

- Use uma escova de aço flexível para escovar o pêlo junto com o secador.

- Limpe as orelhas com cotonetes com muito cuidado para não introduzi-los demais.

- Após o banho, dilua 20ml de cloro em 20 litros de água e higienize o box. Espere secar para pisar com segurança.

EVITE:

- Não faça a tosa higiênica, que limpa os pêlos da boca e dos genitais, em casa.

- Evite também cortar as unhas. Deixe isso para ser feito no pet shop porque se cortar muito, pode provocar hemorragias.

- Evite talcos que podem ser ingeridos ou inalados pelos cães.

Se o seu amiguinho não é muito chegado à água, aumente o intervalo de tempo entre os banhos de uma semana, ou dez dias, para duas semanas.

Faça do banho uma festa, brinque bastante com seu bichinho sem deixar cair água ou sabão na cara dele. E, principalmente, não bata no cão. Trate-o com carinho, senão a aversão à água pode aumentar.

Lembre-se:

Só dê banho no seu cachorrinho após o quarto mês de vida, depois de dadas todas as vacinas. Antes disso, faça a higiene com uma toalha umedecida em 10 litros de água morna, uma colher de sobremesa de álcool e outra de vinagre. Passe a toalha a favor e no sentido contrário aos pêlos e, em seguida, seque com secador. Com outra toalha, umedecida só em água morna, limpe os genitais.

Educação

Eduque seu animalzinho com firmeza, mas sempre com muito carinho. Os cachorros costumam ser animais limpos e que não gostam de fazer suas necessidades em qualquer lugar. Mas precisam de tempo, aprendizado e paciência. Quando ele fizer uma de suas artes, repreenda-o com um jornal enrolado, para bater no chão, ao lado da prova do crime. Jamais bata nele, isso pode provocar traumas que poderão torná-lo medroso ou mesmo agressivo. Jamais deixe ele sair sozinho nas ruas, além de correr risco de atropelamento, pode sofrer agressões, entrar em contato com animais contaminados, ingerir alimentos estragados ou envenenados.

Não mantenha seu amigo preso em uma corrente, assim seu cachorro se transformará num animal revoltado, agressivo e de difícil convivência com as pessoas que o tratam.

Tenha cuidado com objetos ao alcance do seu amiguinho, principalmente os filhotes que gostam de comer tudo o que encontram. Muito cuidado com ossos de frango.

Leve-o para passear sempre, mas somente após todas as doses de vacina terem sido aplicadas. O passeio é muito importante, pois andar faz bem ao cão. Cuide para que esses passeios sejam feitos com coleira e corrente condutora. Não o deixe solto em hipótese alguma, você não sabe a reação que ele terá quando se aproximar de estranhos ou crianças.

Você é professor dele, com carinho, paciência e bom senso você conseguirá com que o cachorro aprenda o necessário para viver bem e feliz. Coloque um nome nele e chame-o sempre dessa forma. O local onde ele dorme deve ser limpo, seco e protegido contra chuvas, sol intenso, vento e frio. Um animal bem cuidado terá uma vida boa e feliz. Nunca o abandone, ele depende de você!

Alimentação

Escolha uma ração apropriada a filhotes para alimentá-lo até 1 ano de idade. Depois troque para ração de adultos. Jamais use ração de gato para alimentar seu cão, pois ela é rica demais em proteínas.

Dê 3 refeições diárias enquanto ele for filhote e 2 refeições diárias quando se tornar adulto.

Caso prefira alimentá-lo com comida, existem opções baratas, tais como: frango com arroz e legumes cozidos. Acrescente um pouco de óleo e sal, porém, não use nenhum tempero. Jamais ofereça alimento mofado, estragado, com muito tempero, molhos, doces ou chocolates para seu cão filhote ou adulto.

A alimentação deve ser feita diariamente e em horários fixos, se o cão não comer, retire sua vasilha evitando assim a presença de insetos e roedores. Jamais pule um dia e compense no outro; o cão não pode comer o dobro num dia e nada no outro. Mantenha sempre disponível uma vasilha com água limpa e fresca.

Vermifugação

Os vermes são os grandes vilões dos cachorros, principalmente dos filhotes. Por isso, o seu amiguinho foi entregue aos seus cuidados devidamente vermifugado na primeira dose (pelo menos é o que todo doador deveria fazer). Porém, você deverá reforçar essa vermifugação para garantir a perfeita saúde dele.

Depois de adulto é conveniente vermifugar seu cachorro a cada 6 meses. Tratar com vermífugo regularmente permite ter o controle da maioria dos parasitas internos (vermes), evitar doenças e até mesmo a morte do animal. Além do mais, vermifugar é barato e fácil de se fazer.


fonte: Clube das Pulgas

8 Comments:

Thomaz said...

mto legal!gostei mto da parte q diz : "ñ prenda seu cão em uma corrente pois pode se tornar um cão muito agressivo''

Beattriz Simas said...
Este comentário foi removido pelo autor.
Beattriz Simas said...

Sempre dei banho nos meus cachorros coms sabão de coco e eles nunca ficaram com nenhum problema na pelagem.

Marisa said...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marisa said...

como é que o seu cao nao ficou doente ???

Marisa said...

como é que o seu cao nao ficou doente ?

Estela Auler said...

Tenho 3 cães e amo eles demais,sempre dei banho neles com sabão de glicerina pois me disseram que espanta as pulgas,mas o bom mesmo e depois do banho, passar eles dentro de uma banho rápido do veneno Colosso do Laborátório Ouro Fino,é ótimo,prá 6 meses pode esquecer que seu cãozinho vai aparecer com pulgas.www.estelaauler.com.br.

Estela Auler said...

Tenho 3 cães e amo eles demais,sempre dei banho neles com sabão de glicerina pois me disseram que espanta as pulgas,mas o bom mesmo e depois do banho, passar eles dentro de uma banho rápido do veneno Colosso do Laborátório Ouro Fino,é ótimo,prá 6 meses pode esquecer que seu cãozinho vai aparecer com pulgas.www.estelaauler.com.br.